COMO CONTROLAR SUA MENTE?

Muitas vezes dizemos que queremos uma coisa, mas em nossa mente só predominam pensamentos que vão contra aquilo que queremos.

É como se existissem dois de mim mesmo, é como se minha mente tivesse vida própria, fosse algo separado de mim, que possui gostos e formas de se comportar diferentes daquelas que realmente desejo, e que não consigo mudá-la, não consigo controlá-la, não consigo fazer ela pensar naquilo que quero, na hora que quero e do jeito que quero. É como se ela, muitas vezes, me dominasse e me boicotasse, dando uma rasteira em mim mesmo e, várias coisas que desejo fazer, que quero colocar em prática acabam não saindo do papel.
Me sinto refém da minha própria mente.

Esse é um dos relatos que mais escuto dos meus clientes. E quando escuto fico muito feliz.

De verdade. Fico feliz mesmo!

Porque são poucas as pessoas que realmente percebem que a mente possui um movimento e funcionamento próprio, e que muitos dos problemas (para não dizer todos) que a pessoa tem no dia a dia se devem ao fato de não possuírem esse controle mental.

E, isso me deixa feliz porque uma vez que você toma consciência desse processo, precisa apenas descobrir um método que te ajude a controlar a sua mente. Mas para que isso aconteça é preciso aceitar o fato de que a mente tem uma forma de funcionar e que não adiantará ficarmos batendo de frente com ela.

Sim…a mente tem um funcionamento básico padrão que não iremos conseguir mudar, mas que se compreendermos como ela funciona, conseguiremos começar a fazer ela trabalhar a nosso favor e não contra nós.

A solução de nossos problemas e a cura de nossas doenças está tudo em nossa mente e em nossas perguntas.

Como aprender a focar na direção da solução? Como se tornar uma pessoa que resolve as coisas ao invés de ser uma pessoa que sofre as consequências?

Os resultados que queremos alcançar são frutos de um modelo mental, de uma forma de pensar, de sentir e de um comportamento que origina disso tudo.

Vou explicar melhor o que significa isso criando uma linha raciocínio aqui com você:

  1. Ações – Resultados.
    Os resultados que temos em nosso dia a dia são consequências de ações, da forma como comportamo-nos.
  2. Emoções – Ações – Resultados.
    O que nos leva a ter determinado comportamento são as nossas emoções. O que estamos sentindo no momento (felizes, tristes, motivados, desanimados, etc.) é que determina os nossos comportamentos, ações.
  3. Pensamentos – Emoções – Ações – Resultados.
    Nossas emoções dependem de nossos pensamentos. Pensamentos diferentes produzem resultados diferentes. É aqui que entram as “crenças”: aqueles pensamentos que você tem e que mesmo não sendo verdadeiros, você acredita com todas as suas forças, podendo te levar a resultados benéficos para você (crenças produtivas) ou a resultados ruins (crenças limitantes).
    Conseguir pensar o que queremos, quando queremos e do jeito que queremos muda nossas ações e nossos resultados. Mas antes você precisa saber o que realmente deseja. Você sabe exatamente o que quer? Ou uma hora você quer X e 5 minutos depois quer Y?
  4. Perguntas – Foco – Pensamentos – Emoções – Ações – Resultados.
    Todo nosso conjunto de crenças é uma resposta às perguntas que um dia fizemos a nós mesmos, nem que essas perguntas tenham sido feitas de forma inconsciente. Se desejamos controlar nossa mente, temos que começar a fornecer perguntas à ela de forma mais consciente. O cérebro não deixa nenhuma pergunta sem resposta, busca até encontrar, incessantemente. É a pergunta que promove a mudança de pensamento, e esse que levará a novos resultados. Assim, perguntas diferentes levarão a resultados diferentes.

A pergunta direciona o foco de nosso pensamento. E o que focalizamos de forma integrada e contínua o cérebro perceberá como a verdadeira realidade. Por isso uma pergunta errada direcionará o cérebro a procurar uma resposta errada, que nos conduzirá a resultados equivocados.

Portanto, se você deseja ser o protagonista da sua vida, não ficar mais refém de sua mente e ainda gerar resultados produtivos em seu dia a dia, aprenda a fazer as perguntas certas, colocando seu foco nas possibilidades e não nas impossibilidades. Foque no que deseja e não no que teme!

Se você souber fazer as perguntas certas e tiver um método eficiente para conhecer, analisar e controlar sua mente, toda sua vida irá mudar e você conseguirá ter tudo aquilo que almeja.

Conheça os serviços que oferecemos de mentoria que lhe ajudam a criar o seu próprio método de organização mental!